2004/11/13

..

... da fusão entre um e outro «tempo» resulta a unidade contextual, a cicatriz que reconcilia... diria. E nesse tecido plasmado, afinado... reciclado de consequências residuais, a raiz da [tua] presença

contaminada que foi num abreviar de pautas dissolvidas... «bebi»

cada nota inventada na simetria desse amplexo dividido, de imprevistos estruturados pelo gesto lento do (re)conhecimento... [teu] [nosso]

o segredo furtivo da «palavra» interdita.

(...)

4 Comments:

Blogger Maria Branco said...

Querida amiga, sublime!!...
É muito poder-vos ler. Obrigada!
Beijos
Desejo de um fim de semana feliz, para as duas!

13 novembro, 2004 15:14  
Blogger rfarinha said...

É na complexidade de relações que busco a força... os teus textos por mais complexos que sejam trazem-me sempre algo... ainda que não os consiga explicar ;) Bjs

14 novembro, 2004 16:05  
Blogger personna said...

.. Maria Branco:
um sorriso... teu.

18 novembro, 2004 04:46  
Blogger personna said...

.. ridufa:
«... na complexidade das relações...», na agitação do instante (!) ... na «palavra» escrita e dita num (qualquer) «texto» arquitectado letra a letra

(ar)risca...

18 novembro, 2004 04:51  

Enviar um comentário

<< Home