2004/12/15

Ditos (I)

Há, dizem, um espaço e um tempo...

E naquela aurora fria a densidade que nos preenchia era névoa de ilusão e fantasia… Verti sobre ti a poeira das estrelas e, nesse exacto segundo milenar, fechei o espaço de tempo que nos limitava a cumplicidade...

... Cumpri em ti a minha essência... basta-me ser partícula desse espaço que é o teu sorriso e fazer parte do tempo do teu beijo...

16 Comments:

Blogger delArte said...

Iluminada.
Aquece-me essa tua luz.

15 dezembro, 2004 23:44  
Blogger nobody said...

Belissimo!

17 dezembro, 2004 12:26  
Blogger rfarinha said...

Somos o espaço em tempo limitado ;) Bjs

18 dezembro, 2004 19:41  
Blogger SalsolaKali said...

Tenho de confessar que cada vez que por aqui passo é como se levasse uma punhalada no coração com as tuas palavras, bêbedas de uma beleza que gostava de encontrar e viver todos os dias… dá-me vontade de correr e gritar. Que dormência tão doce.
Um abraço grande.

20 dezembro, 2004 13:49  
Blogger Cacau said...

Apaixonei-me por este blog! Fantástico!

20 dezembro, 2004 16:49  
Blogger Madalena Bozetti said...

"...cumpri em ti em minha essência..."
Fantástico!

20 dezembro, 2004 17:20  
Blogger metafora said...

DelArte:

Gostei da dualidade ambígua da tua frase…

20 dezembro, 2004 18:21  
Blogger metafora said...

Nobody:

Agradeço a adjectivação tão emotiva!

20 dezembro, 2004 18:21  
Blogger metafora said...

Ridufa:

Em tudo temos as barreiras que nos limitam, na excepção de uma asa que dá pelo nome de “sonho”…

20 dezembro, 2004 18:22  
Blogger metafora said...

Salsolakali:

… E eu tenho que confessar que as tuas palavras adormeceram, por ora, as minhas… É, claro, gratificante saber, que se consegue emocionar o olhar anónimo que se debruça perante nós, também meros binómios matemáticos que desfilam por um computador…

Obrigada e um beijo!

20 dezembro, 2004 18:22  
Blogger metafora said...

Madalena Bozetti:

Assim me cumpro, sim!

Obrigada!

20 dezembro, 2004 18:22  
Blogger blimunda said...

no espaço enformado o tempo não existe...belo... mesmo.

20 dezembro, 2004 20:35  
Blogger AlmaAzul said...

...deslumbrada…

28 dezembro, 2004 18:43  
Blogger metafora said...

Cacau:

Perdoa o atraso, mas perdi-me por entre as palavras...

Espero que regresses e te “rasgues”...

29 dezembro, 2004 00:14  
Blogger metafora said...

Blimunda:

(... Quando olhas também vês a nuvem?...)

Mas partilho a opinião contrária... o tempo existe sempre, o espaço é que não se delimita... ;)

29 dezembro, 2004 00:14  
Blogger metafora said...

Sououtra:

... adjectivo forte e intenso...

29 dezembro, 2004 00:15  

Enviar um comentário

<< Home