2005/01/08

[.]

... Na pele o arrepio traçado pela tua ausência, palavra selada, seca, apagada da minha existência...

Ponto por ponto, atento o ponto que não pontua... Ponto que existe, como lâmina afiada, ameaçadora que teima no limbo... há apenas uma perceptibilidade não visível de um ponto que é mais do que mero ponto. Ponto. Reticências...

Compromisso que se viola, de lábios ensanguentados... A minha opacidade densa testa-te a incerteza... presente...

Ponto. Vazio...



(Fonte: http://olhares.com - Foto de Ricardo Tavares)

7 Comments:

Blogger nocturnidade said...

o vazio sub-traído
pelo medo.

ponto-por-ponto.

08 janeiro, 2005 10:41  
Blogger SalsolaKali said...

Sempre tão simples e nu, mas tão profuso. Sempre cortante, como o fio da navalha, que me golpeia, num ponto central, no peito.
Continuo a gostar da musica. Linda.
BJ SK

10 janeiro, 2005 18:00  
Blogger Maria Branco said...

Fico assim, quase imóvel.. reconhecendo, encontrando, sentindo...
Um beijo imenso de saudades...

10 janeiro, 2005 22:06  
Blogger metafora said...

Nocturnidade:

O ponto-do-ponto… Questão: medo? Talvez, sim…

12 janeiro, 2005 13:03  
Blogger metafora said...

Salsolkali:

Rasga-te, somente…

12 janeiro, 2005 13:03  
Blogger metafora said...

Maria Branco:

O reconhecimento provável da profundidade da escuridão…

12 janeiro, 2005 13:03  
Anonymous rita batata said...

O vazio
O vazio que sobra
A sobra que resta
A resta que persegue
A perseguição que foge
A fuga que se esconde
O esconder que procura
A procura que busca
A busca que quer encontrar
O encontrar que acha
O achado que transforma
A transformação que resulta
O resultado que é esse vazio da busca perdida, do achado decepcionante, do sonho quebrado:
O sonho de sonhar a realidade impossível!
Isenta de culpa, limpa. (ponto)

(Desculpa a intromissão, a invasão... eu procurava uma foto que expressasse o sentimento que estou sentindo, que coloco no texto acima... essa foto foi perfeita... peguei-a emprestada... se ficar bravo pode dizer que deleto-a...beijos... linda foto e lindo texto, casou com o meu exato momento)

10 outubro, 2005 07:39  

Enviar um comentário

<< Home